Top Poemas

segunda-feira, 29 de janeiro de 2007

Sinto cada palavra

Ser poeta é uma cruz, que nos seduz
que carregamos com ternura
é sentir o verdadeiro sentido das palavras
que tudo nos retira em prol de uma rima…

é saborear cada sílaba,cada palavra amarga
é declamar, o que mais nos faz Amar
é sonhar por entre pastos verdes
é subir paredes intransponíveis para o homem.

eu sinto, sinto cada palavra que escrevo
sinto-as tanto, que até sinto os sentimentos
sinto-te a ti, sinto-me a mim, pois sinto.

sinto-nos a nós, porque é impossível desassociar
o eu, do tu, agora somos um só, não minto
essa é a verdade, não consigo deixar de te Amar…


Soneto de um Poeta da casa (Luso Poemas) - (Pedro Lopes)

3 comentários:

C.A.R.L.O.T.A. disse...

Adoro Poesia!!
Por isso adorei o blog!!!

Pe. Vítor Magalhães disse...

Muito bem,...

Farinho disse...

Este poema tocou-me, neste momento estou mal, e estas palavras fazem-me pensar no que perdi.

Beijocas