Top Poemas

domingo, 11 de março de 2007

Bailarina da poesia

Bailarina das poesias

Suas sapatilhas,
com os dedinhos
Bem apertadinhos
Girando, girando...
Dedilhando--
Com as pontas dos pés
o tablado iluminado.
Com os braços sobre a cabeça.
Narizinho empinado,
o coque pra baixo e...
Feito ballet de boneca
sobre as nuvens,
rodopia e salta
suavemente
numa valsa...
Num Mozart!
Descrevendo no chão--
Os versos da sua alma!
-- Ludiro
10/03/2007
Site da imagem original utilizada nesde poema:

2 comentários:

rubo medina disse...

Lindo poema, no qual pude até visualizar a bailarina no palco, a proporcionar ilusões...
Abraços e obrigado pelas visitas ao meu blog.
http://napontadolapis.zip.net
http://dulcineia.blogspot.com

Conceição Bernardino disse...

Belo poema cheio de emoções fortes,
será o grande poeta do futuro.
bjs
ConceiçãoB